rio

rio

domingo, 25 de abril de 2021

25 DE ABRIL - DIA DA LIBERDADE EM PORTUGAL

 

POEMA “LIBERDADE”


(NECA MACHADO ESTÁ APOSENTADA E MORA NA EUROPA)


 

BIOGRAFIA

Neca Machado (Ativista Cultural, altruísta, Folclorista, Contadora de Estórias, que preserva os sabores e saberes da Amazônia, através dos Mitos e Lendas da Beira do Rio Amazonas no extremo norte do Brasil, é, Administradora Geral, Artista Plástica, Bacharel em Direito Ambiental, Especialista em Educação Profissional, Escritora de Mitos da Amazônia, fotografa com mais de 100 mil fotografias diversas por 11 Países (Europa, Oceania, América do Sul) 2016, classificada  em 2016  na obra brasileira “Cidades em tons de Cinza”, de novo em 2017, Concurso Urbs,  classificada com publicação de um poema na obra Nacional, “Sarau Brasil”, Novos Poetas de 2016, de novo em 2017, 2018 e 2019. Pesquisadora da Cultura Tucuju, Contista, Cronista, Poetisa, Coautora em 33 obras lançadas em Portugal em 2016, 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021. Autora independente da Obra Mitos e Lendas da Amazônia, Estórias da Beira do Rio Amazonas, publicada em 02 edições em Portugal em 2017, edição limitada, Coautora na obra lusa, lançada em Lisboa em 09.09.2017, A Vida em Poesia 2, coautora na obra “A vida em Poesia 3”, 2018, coautora na obra “a vida em poesia 4” (14.09.Lisboa-2019) coautora na obra lançada em Genebra- Faz de Conto (Make believe) bilíngue, português e inglês, 2018, coautora na obra lançada em Zurique “Tributo ao Sertão-2018”, coautora na obra lusófona (Além da terra, além do céu, lançamento em São Paulo- 2018) co autora na obra lusa – Liberdade-editora Chiado-2019, co autora na obra lusa Poem’art, Porto-2019, co autora na obra franco brasileira Almanaque do Fundo do Mar, escrita em francês e publicada na Suiça pela editora Helvetia, co autora na V Antologia de Poetas contemporâneos lusa brasileira, 2021, editora Chiado-Lisboa. Licenciada Plena em Pedagogia, Gastro-Foto-Jornalista, Blogueira com 30 blogs na web, 26 no Brasil e 04 em Portugal, Quituteira e designer em crochê.)

Email: nmmac@live.com

Aposentada depois de 30 anos dedicados a Educação da Amazonia, mora na Europa

POEMA “LIBERDADE”

 

*25 de abril (2021) na Europa, “Dia da Liberdade”

 

No meio da floresta amazónica

Encantada por deuses do mato,

Me alforrio do medo, dos meus segredos…

E voo nas asas da LIBERDADE;

Rumo a um novo destino,

A um novo caminho,

A um novo amanhecer,

Sem saudades,

Desafiando o risco, com muitas lembranças,

Vestida de esperança,

Audaz, andaluz…

Faço minhas pontes entre Continentes

Como respiro.

Faço de meus dias, novos dias, pura poesia

Embebida de emoções,

Deixei de contemplar açucenas…

Para contemplar tulipas, magnólias, camélias…

Deixei o cheiro do mato, o vento de rio…

O calor tropical,

Para me embriagar do frio,

Para contemplar Oceanos…

“Deixei a saudade, para perpetuar lembranças.”

Mas, trago na alma

A natureza Caboca,

Miscigenada de africanidade lusa.

Na boca o paladar sutil do tucupi,

O sabor do açai,

O exotismo do cupuaçu,

O gargalhar singular de um belo sorriso de um afro laguinense,

 

LIBERDADE, LIBERDADE…

ME DESSES ASAS PARA SER FELIZ!